Statements

Desativar Red Hill já!

Declaração sobre os crimes da Marinha dos EUA no Havaí
Neste momento, o governo dos EUA está cometendo um crime de proporções históricas contra o povo do Havaí.
Neste momento, o governo dos EUA está cometendo um crime de proporções históricas contra o povo do Havaí.

Na instalação de armazenamento de combustível Red Hill, a poucos metros acima da área metropolitana de Honolulu, a Marinha dos EUA vazou milhares de galões de petróleo e produtos químicos tóxicos - contaminando moradores, deslocando comunidades inteiras e ameaçando toda a vida na ilha de Oʻahu.

E ainda assim, diante das claras tentativas da Marinha dos Estados Unidos de encobrir a situação, o Presidente Joe Biden permanece em silêncio. Nós, abaixo assinados, pedimos o fechamento imediato das instalações de Red Hill e a reparação total de suas vítimas.

Desde o início dos anos 40, os tanques de Red Hill já tiveram ao menos 180.000 galões de combustível à base de petróleo derramados em solos e águas da ilha. Cerca de 200 milhões de galões ainda permanecem nos tanques subterrâneos com vazamentos.

As imagens que agora emergem do local do desastre são impossíveis de ignorar. A água potável envenenada tem envenenado comunidades inteiras. Vapores emanam do solo e das torneiras. Centenas de famílias saíram ou foram evacuadas de suas casas sem nenhuma garantia de onde irão morar agora.

No entanto, a Marinha dos EUA continua a rejeitar os apelos dos locais e do governo estadual para drenar os tanques restantes. A saúde de centenas de milhares em Oʻahu está agora em perigo. Os tanques ficam acima do Aquífero O'ahu Basal, que fornece água potável para mais de 400.000 pessoas, desde Hālawa até Hawai'i Kai.

Este é o legado da militarização no Oceano Pacífico: morte, devastação e deslocamentos demográficos.

No Atol de Enewetak, nas Ilhas Marshall, o governo americano construiu a "Tumba", um caixão nuclear para enterrar 88.000 metros cúbicos de seus resíduos radioativos. Atualmente este tanque está vazando para o mar. Milhares de micronésios continuam a sofrer os efeitos das 67 armas atômicas e termonucleares detonadas nas Ilhas Marshall, como parte do Programa de Testes Nucleares dos EUA. Da mesma forma, milhares de polinésios ainda sofrem os efeitos das consequências dos testes nucleares franceses nos atóis de Moruroa e Fangataufa, assim como em outras regiões.

Nas Ilhas Marianas do Norte, o exército dos EUA está expandindo impunemente seus planos ilegais de transformar várias ilhas de origem do povo Chamorro em zonas de bombardeio. Assim também em Guam, onde os militares estadunidenses estão construindo uma nova base dos fuzileiros navais e devastando uma antiga floresta de calcário para um complexo de treinamento de campo de tiroteio.

Somos solidários com os Kānaka Maoli e todos os povos indígenas do Pacífico em sua luta pela libertação: livres das toxinas, bombas e bases militares de seus opressores.

Neste momento, nossa demanda é simples: desativar Red Hill. Drenar os tanques. E reparar o que eles destruíram.

Assinam,

Noam Chomsky, EUA

Aruna Roy, Índia

Cornel West, EUA

Naomi Klein, Canadá

Jeremy Corbyn, Reino Unido

Suzanne Coleman-Haseldine, Austrália

Julian Aguon, Guam

Avi Lewis, Canadá

Andres Arauz, Equador

Paola Vega, Costa Rica

Slavoj Zizek, Eslovênia

John McDonnell, Reino Unido

Harsh Mander, Índia

Nnimmo Bassey, Nigéria

Nikhil Dey, Índia

Renata Ávila, Guatemala

Nick Estes, Tribo de Lower Brule Sioux

Scott Ludlam, Austrália

Srečko Horvat, Croácia

Photo: U.S. Indo-Pacific Command / Flickr

Ajude-nos a construir a Agencia

A Agência é a única rede mundial de publicações progressistas e perspectivas de base.

Desde nosso lançamento em maio de 2020, a Agência disseminou mais de 100 artigos de publicações progressistas importantes ao redor do mundo, traduzindo cada um para pelo menos seis idiomas - trazendo a luta dos indígenas da Amazônia, palestinos em Gaza, feministas no Senegal, e muito mais para uma audiência global.

Com mais de 150 tradutores e uma crescente equipe editorial, nós confiamos em nossos colaboradores para continuar espalhando estas histórias da luta de base e para sermos a agência de notícias das forças progressistas do mundo.

Nos ajude a construir essa missão. Doe para a Agência.

Support
Available in
EnglishSpanishGermanItalian (Standard)Portuguese (Brazil)
Translators
Mariana Martins Almeida and Rodolfo Vaz
Date
04.01.2022

More in Statements

Statements

Comelli: The Debt Narrative is Dead Wrong

Receive the Progressive International briefing
Privacy PolicyManage CookiesContribution Settings
Site and identity: Common Knowledge & Robbie Blundell